Páginas

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Música na Web.

O pessoal que curte música com certeza vai se amarrar no sites que eu vou deixar aqui.

Muita gente conhece o LastFM, infelizmente já a um tempo se tem que pagar mensalmente para poder ouvir músicas nesse site. Mas existem vários outros com serviços similares e muito bons.

Vou deixar aqui uma lista deles:
  • Cyloop - É o mais parecido com o Last FM.
  • Grooveshark - Cria Playlists, você pode disponibiliza-las em blogs e sites. 
  • MixPod - Mesma idéia do Grooveshark e contem um acervo enorme.
  • The Hype Machine  - Agregador de blogs sobre música disponibilizando as músicas dos blogs para ouvir ou comprar
Para quem quiser criar o seu próprio player para disponibilizar num blog, com músicas próprias e tal, também pode usar o Dewplayer.


Never Stop the Music!

sábado, 28 de agosto de 2010

Por um mundo melhor

Musicas cujas letras têm conteúdo são ótimas!
Quando o espetáculo é regado a cerveja fica melhor ainda!!!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Tirando as teias...

Tanto eu, quanto o Italo, que somos os criadores desse blog, acabamos passando um tempo grande sem postar nada. Bem, isso tem alguns motivos.
  • trabalho
  • outros blogs
  • violões meio parados
Mas ontem, a gente resolveu tirar um pouco da teia de aranha e voltou a tocar algumas antigas músicas que a gente tinha tirado a cifra. Dentre elas:


É isso, vou tentar continuar colocando coisas aqui!!!

terça-feira, 22 de junho de 2010

O som do coração!



Olhem essa matéria!!!

Uma equipe de psicólogos franceses (das universidades de Paris e de Brittany) reuniu 87 mulheres solteiras, entre 18 e 20 anos, para um experimento bem interessante: será que uma trilha-sonora romântica deixaria as moças mais propensas a cair na cantada de um desconhecido?

Primeiro, as voluntárias (que achavam estar participando de uma pesquisa de marketing) passaram cinco minutos em uma sala de espera ouvindo: 

a) uma balada romântica (Je L’aime a Mourir, do francês Francis Cabrel) ou
b) uma canção neutra (L’heure du The, de Vincent Delerm). 

Depois iam para outra sala, onde discutiam as diferenças entre duas marcas de biscoito (tudo fictício) com um entrevistador de 20 anos (descrito como “normal” – ou seja, nem especialmente bonito, nem feio... o tipo comum que se vê por ai e a maioria não da bola). Eis que, no fim da entrevsita, ele manda a cantada: “Meu nome é Antoine, como você já sabe. Gostei muito de você e estava pensando se você me daria o seu telefone. Eu te ligo e a gente pode sair para um drink na semana que vem”. (Cantada típica, deve estar em algum manual xD)

Só 28% das moças que ouviram a música neutra caiu no papo. Mas quase o dobro (52%) das que esperaram ouvindo a musiquinha romântica topou o encontro e passou o telefone. O efeito foi tão significativo que o estudo foi publicado no periódico Psychology of Music com o nome Love is in the air (quer saber mais? clique aqui). Dá pra ver a íntegra do trabalho aqui.

Essa matéria (que dei uma editadinha) eu vi no site da Super Interessante, podendo ser acessada clicando aqui.


Agora para ficarem no clima vou deixar uma música do filme August Rush ( O Som do Coração, aqui no Brasil).

Tatoo Rock Festival

Para todos aqueles que moram em Miguel Pereira, perto daqui, ou deseja vir!



Photobucket